Evento: Workshop com Francis Chateauraynaud na UERJ

chateau best.jpg

Francis Chateauraynaud é atualmente diretor de estudos na École des Hautes Études en Sciences Sociales, onde lidera o Grupo de Sociologia Pragmática e Reflexiva (GSPR). Antigo colaborador e aluno de Luc Boltanski, ele é atualmente um dos mais brilhantes expoentes da sociologia pragmática e pós-bourdieusiana da França. Ele está no Rio de Janeiro.

Por isso, o Sociofilo convida todos para um workshop com ele na UERJ, no qual discutiremos dois textos traduzidos e representativos da sua obra, mas ainda não publicados (a tradução é ainda provisória, por isso de divulgação restrita; caso tenham interesse em obtê-la, entrar em contato com blogdosociofilo@gmail.com).

O primeiro texto, L’emprise comme expérience, trata da questão do poder e da posse (emprise). Se a sociologia pragmática francesa, ao se distanciar da sociologia crítica de Pierre Boirdieu, por vezes deixou de lado a questão das relações de subjugação e de dominação, esse texto de Chateauraynaud busca justamente enfrentar diretamente a seguinte questão: como é possível pensar em uma pragmática do poder, isto é, em uma pragmática das relações de controle e de posse?

O segundo texto, Pragmatique des transformations et sociologie des controverses. Les logiques d’enquête face au temps long des processus, presente na recém publicada coletânea de Raisons Pratiques, versa sobre uma pragmática das transformações a partir da sociologia das controvérsias que Chateauraynaud desenvolveu, sobretudo, em seu mais recente livro sobre a balística sociológica (Argumenter dans un champs de forces. Essai de balistique sociologiqueÉditions Petras). O objetivo do texto é abrir uma discussão com a história e os historiadores e refletir a respeito da contribuição que pode a sociologia pragmática dar à questão da análise temporal de problemas coletivos de longa duração. Nesse mesmo texto, Chateauraynaud ainda faz uma aproximação com os autores do pragmatismo americano, abrindo um debate em torno dos elos existentes entre o pensamento sociológico francês contemporâneo e a filosofia pragmatista clássica (Peirce, James, Dewey e Mead).

 O encontro está marcado para terça-feira, às 16 horas, em frente à entrada do PPCIS (Programa de pós-graduação em Ciências Sociais) da UERJ (nono andar). Qualquer dúvida relativa ao lugar, podem entrar em contato com o Diogo no telefone 972333341.

Aproveitamos para convidar, em seguida, para outro evento que ocorrerá logo depois, também na UERJ: o lançamento do último livro do professor Luiz Antonio Machado da Silva, “Fazendo a Cidade: trabalho, moradia e vida local entre as camadas populares urbanas”, publicado pela editora Mórula. 

image (2).png

Bibliografia

Chateauraynaud, Francis. (2015) “L’emprise comme expérience”, SociologieS [En ligne], Dossiers, Pragmatisme et sciences sociales : explorations, enquêtes, expérimentations, mis en ligne le 23 février 2015, consulté le 16 octobre 2016. URL : http://sociologies.revues.org/4931

Chateauraynaud, Francis. (2016) “Pragmatique des transformations et sociologie des controverses. Les logiques d’enquête face au temps long des processus. In: Francis Chateauraynaud, Yves Cohen (dir.), Histoires pragmatiques, Paris, EHESS, coll. « Raisons pratiques ».

Anúncios