Bourdieu, Sartre e o garçom de café: notinha de sociologia existencial sobre o nada (que somos)

por

Por Gabriel Peters  Espíritos fardados: o eu e seus uniformes Machado de Assis definiu seu conto O espelho, logo no subtítulo, como um “esboço de uma nova teoria da alma humana”. Não há… Continuar lendo